Clínica da instituição
O que a psicanálise contribui para a vida coletiva

Jean-Pierre Lebrun

Sumário
 

Apresentação

1. Os implícitos da instituição
- Algumas definições do que implica a instituição
- Uma inversão na apreensão da instituição
- A linguagem como instituição
- Alguns exemplos de dificuldade institucional
- Refazer a instituição

2. Sexuação e instituição
- Sexuação e instituição
- A holófrase na instituição Outra
- Uma generalização dos impasses

3. Autoridade, poder e decisão
- O ensino de Lacan
- Ainda mais alguns exemplos de intervenção institucional
- Competências da supervisão institucional
- A crise da autoridade

4. A mutação do laço social
- O mundo de onde viemos
- O mundo para onde vamos
- Fora-da-Lei e dentro-da-Lei
- Os efeitos de uma reviravolta

 

5. A lógica da sexuação
- Um pouco de lógica
- Uma leitura do social
- Uma exclusão mortífera
- As fórmulas da sexuação autorizam uma leitura do político

6. A exceção e o feminino
- O “Genghis Khan”, de Henri Bauchau
- Instituir sem determinar
- O que quer o não-todo?
- E para o coletivo?

7. Uma instituição onde se dispensa o pai, com a condição de servir-se dele

8. Um maestro
- Uma reviravolta conseqüente
- Um maestro
- Um novo totalitarismo
- Uma figura de exceção... excepcional!
- As estruturas institucionais do ato

Conclusão

Anexo
Comentários sobre as fórmulas da sexuação: o verdadeiro e o falso não-todo